Aprimorando a formação: Oficinas permanentes

oficinaspermanentesOFICINAS PERMANENTES

Em Mateus 10,24-25a, na tradução Bíblia do Peregrino, lemos: “O discípulo não está acima do mestre nem o servo acima do senhor. Ao discípulo basta-lhe ser como seu mestre e ao servo como o seu senhor” e nos comentários: “Um princípio da relação do apóstolo com Jesus é nunca deixar de ser servo e discípulo. Aprende para servir e servindo aprende”.

1. Oficina é:

Do latim, officina significa lugar de trabalho. Lugar onde se faz consertos. Lugar onde se fabrica objetos, onde se produzem coisas. Espaço de invenção, criação e descoberta. Consertar, fabricar, inventar, produzir, criar.

Para o Ministério de Formação da RCC, Oficina é uma forma de construir conhecimento através, especialmente, da ação, sem perder de vista, porém, a base teórica. É fabricar conhecimentos a partir de situações vivenciadas, por cada um dos participantes e também coletivamente, que possibilitem aprofundar o que se aprendeu na teoria, praticando. Trata-se de um ambiente propício à reflexão, troca de experiências e processo de criação. Entre o pensar e o fazer, há uma grande distância que pode ser vencida pelo exercício do pensar e do criar, pelo incentivo à descoberta de novas facetas do conhecido e à ousadia da reelaboração e construção do novo que o Espírito, e seu dinamismo, nos oferece num trabalho motivante e participativo. O dinamismo avança e as apresentações encantam.

2. Entre os frutos da Oficina, elencamos:

- Maior vigor para o cumprimento da missão da RCC;
- Melhor desenvoltura e fluidez na fala;
- Melhor assimilação das técnicas, como roteirização, dinâmicas, etc…, ensinadas no Módulo de Formação de Formadores e, consequentemente, mais domínio destas técnicas e mais coragem para coloca-las em prática;
- Superação do medo de falar em público;
- Descoberta de alternativas e estratégias para lidar com as realidades adversas;
- Troca de experiência;
- Esclarecimento de dúvidas;
- Formadores com nova postura, mais maduros e mais seguros de que podem realmente atender ao chamado de Deus para ensinar e formar.
- Com o tempo, maior entusiasmo para participar da própria oficina devido aos frutos colhidos (“gosto de quero mais”).

3. Sugestões de temas para as Oficinas Permanentes:

- Carismaticidade e espiritualidade pentecostal.
- A ação do Espírito Santo no formador e no formando;
- Roteirização, Verbalização;
- Dinâmicas de fixação de conteúdo e avaliativas;
- Sanar dúvidas sobre informática básica e sobre ferramentas tecnológicas e ou, cursos que as atualizam (caso seja possível os cursos);
- Trabalhar as apresentações no PowerPoint, Prezzi e outros. Noções básicas de CorelDraw (caso seja possível os cursos);
- Como realizar reuniões ministeriais;
- Oratória contemporânea, etc.

NOTA IMPORTANTE: Aqui no blog do Ministério de Formação, você encontra a apresentação completa para as OFICINAS PERMANENTES: http://blog.rccbrasil.org.br/formacao/. Divulguemos para os formadores que conhecemos.

4. Modelo para avaliação do formador nas Oficinas do curso de Formação de Formadores:

tabela

5. Conclusão

Boas apresentações com dinamismo e alegria refletem zelo pela obra do Senhor e, portanto, é necessário encontrarmos caminhos onde aprimoramos nossas ações como formadores. Muitos não têm formação acadêmica ou experiência profissional, e nem mesmo informática básica para ministrar ensinos com técnicas pedagógicas elaboradas, nem tampouco conhecimento teológico para dominar todos os assuntos a que somos chamados a ensinar. São desafios a serem enfrentados! A tudo requer predisposição de quem se impõe, como meta, e é isso que almejamos: buscar alternativas de ensino para situações complexas de aprendizagem nos dias de hoje.

Destacamos que o envolvimento com mudanças e melhorias constitui tarefa não só de formadores recém-formados no curso de Formação de Formadores, mas do MF e da RCC como um todo. É preciso que nos empenhemos nesse processo apoiando e dando condições de tempo e de espaço para que as Oficinas Permanentes sejam uma realidade com todo o dinamismo que só o Espírito de Deus produz, quando O deixarmos agir!

Rita Celia da Fonseca Desideri

Coordenadora Estadual do Ministério de Formação do Amazonas

Membro do núcleo nacional do Ministério de Formação

Grupo de Oração Servos de Maria - Arquidiocese de Manaus