A Imaculada Conceição de Nossa Senhora

mariapO Papa Pio IX declarou, em 08 de dezembro de 1854, como Dogma de Fé, a doutrina que ensina que a Virgem Maria fora concebida sem a mácula do pecado original. A Bula Papal  “Ineffabilis Deus diz: “Nós declaramos, decretamos e definimos que a doutrina segundo a qual, por uma graça e um especial privilégio de Deus Todo poderoso e em virtude dos méritos de Jesus Cristo, salvador do gênero humano, a bem aventurada Virgem Maria foi preservada de toda a mancha do pecado original no primeiro instante de sua conceição, foi revelada por Deus e deve, por conseguinte, ser crida firmemente e constantemente por todos os fiéis”.

Antes mesmo dessa definição, em 1830, Santa Catarina Labouré, uma freira da França, que em oração teve a visão da Virgem Maria com o globo terrestre sob seus pés, saindo feixes de luz de suas mãos estendidas para a Terra e, na moldura oval que se formara ao redor da Virgem, a seguinte inscrição em letras douradas: “Ó Maria concebida sem pecado, rogai por nós, que recorremos a vós”. Nessa experiência mística, a freira  recebeu a ordem de cunhar uma medalha tal como a visão, ficando conhecida como: “Medalha Milagrosa”.

Se esse fato inspirou o Papa a declarar esse dogma, outro veio confirmá-lo: as aparições da Virgem Maria em Lourdes, em 25 de março de 1858, quando a própria Virgem Maria afirma ser a Imaculada Conceição.

Sobre a Imaculada Conceição de Maria o Cardeal Suenens afirma: “A santidade do Filho é causa de santificação antecipada da Mãe, como o sol ilumina o céu antes de ele mesmo aparecer no horizonte”.

O dogma da Imaculada Conceição explica a realidade do pecado original, não podendo a Virgem Maria ter a mácula do pecado para não dá-la como herança ao seu Filho, que sendo Divino, por meio dela assumiu também a natureza humana. Foi preciso que Deus preparasse uma nova Eva, visto que a primeira deixou-se seduzir pelo pecado. A antiga mulher passou, veio a nova mulher para ser a mãe da nova criação, trazendo em seu ventre virginal o Salvador, Aquele que venceu o pecado.

Que a Virgem Maria, a nova Mulher, interceda por nós pecadores desta Terra.

Maria Ivone Ferreira Ranieri

Grupo de Oração Nossa Senhora da Paz

Presidente do Conselho Estadual da RCC do Paraná